COMO INVESTIR COM POUCO DINHEIRO EM 2022! (Para iniciantes e não iniciantes)



* O link do vídeo está no final desse post.

Saiba mais clicando em Robô IQ OPTION de AUTOMATIZAÇÃO de Lista de SINAIS
E conheça também sobre o Melhor Bot Para Opções Binárias 2022
Que tal um robo gratuito para IQ Option? Sistema Para IQ Option Grátis

Clique aqui para fazer parte da turma 8 do curso Do Mil ao Milhão: http://bit.ly/T8-PR-YT

Abra sua conta na Rico: https://lp.rico.com.vc/lp/cadastre-se-primo-rico

Contexto: MUITO importante pra entender o que fazer daqui pra frente nas nossas finanças pessoais e na nossa educação financeira (que vc aprende nesse canal de finanças top, finanças para mulheres e homens)

Como estava o Brasil no final de 2018? Como ganhar dinheiro na internet naquela época?

– Crescimento do PIB 1,1%;

– Selic estava em 6,50% a.a.

– Desemprego em 11,8%;

– Inflação em 3,75%;

– Havia 813.291 CPFs na bolsa de valores;

– Havia 3.113.296 milhões de CPFs no Tesouro, sendo que destes 786.318 eram investidores ativos.

Como estava o Brasil no final de 2019?

– Crescimento do PIB 1% (importante: até o momento não foi divulgado como fechou o ano, então esse 1% é considerando do 4T18 até 3T19)

– Selic em 4,5% a.a;

– Desemprego em 11,6%;

– Inflação em 4,31%;

– Bolsa de valores fechou com 1.678.751 milhões de CPFs;

– Tesouro fechou com 5.431.958 milhões de CPFs, sendo que destes, 1.171.771 milhão eram investidores ativos.

Então… o que podemos concluir disso tudo?

– Se formos falar do contexto econômico do Brasil, pouca coisa mudou. Desemprego ainda não caiu muito, a inflação subiu (valendo lembrar que teve um efeito não recorrente em dezembro que foi o aumento da carne devido ao aumento das exportações da mesma por conta da demanda Chinesa, se não fosse isso, provavelmente a inflação teria ficado menor em 2019).

– A nossa maior mudança expressiva aqui vem justamente da bolsa e do Tesouro: o número de pessoas que estão investindo tem aumentado bastante, com destaque pra bolsa que mais que dobrou os CPFs de um ano pro outro.

– Se somarmos com o fato do otimismo estar bom com o Brasil e que as reformas econômicas estão saíndo aos poucos, conseguimos tirar uma conclusão.

Aqui, vamos separar o que fazer em 2 perfis diferentes:
– Perfil de quem chegou AGORA no mercado e não sabe muito bem o que fazer
– Perfil de quem já está a um tempinho, mas quer ter ideias do que fazer agora pro próximo ano.
Perfil 1)
– Primeiro: hoje o mercado está avançado e há muitas corretoras com taxas baixíssimas pra investir (CTA Rico). O problema é: isso não expande pros bancos. Como você precisa transferir dinheiro do banco pra sua corretora, o ideal aqui é, primeiro, procurar por uma instituição financeira que te cobre pouquíssimas taxas. Dessa forma, você máxima o seu benefício ao investir, além de outras coisas que você vai precisar do seu banco.
– Segundo: crie o que nós chamamos de reserva de emergência. É legal ver que o mercado está bombando, que tudo está subindo, mas tenha o pé no chão. Primeiro invista pensando na sua sobrevivência, depois pense em expandir pras outras coisas.
– Terceiro: Mesmo que você esteja começando, a verdade é que estamos num momento bom da bolsa. A taxa Selic está muito baixa e os investimentos de renda fixa estão pagando pouco. A poupança mesmo está em um patamar do qual é possível que você perca dinheiro, já que a rentabilidade dela pode ser menor que a inflação.

Por isso, é bom você começar a entender como a bolsa funciona.
Uma dica adicional então é separar uma quantia (pode ser sei lá, 100 reais), e investir num ETF ligado à bolsa: BOVA11, BOVV11, etc.

– ETF: Exchange Traded Funds. São fundos negociados em bolsa, assim como os fundos imobiliários, porém são fundos que possuem 2 características importantes:

1) São fundos passivos. Ou seja, diferentemente de uma gestão ativa, os ETFs apenas seguem o benchmark deles, e não tem como objetivo SUPERAR seu benchmark, e sim apenas replicar a performance do mesmo.

2) São fundos em que os seus benchmarks são índices, como o índice da nossa bolsa: Ibovespa.

Por que fazer isso? Pelo fato de ter uma taxa de administração baixa, ser um ativo diversificado, e dar a possibilidade do investidor seguir índices, os ETFs são uma forma bacana de começar a investir na bolsa de valores. Você pode aprender mais sobre como funciona o mercado sem se expor muito a um único ativo. (uma alternativa também viável são os fundos de ações).

Perfil 2)

– Agora, para quem já está mais avançado e já inclusive investe em bolsa, dinâmica muda um pouquinho. Primeiro, vou explicar a minha metodologia.

– Aqui, a ideia é enfatizar a nossa metodologia.

COMO EU INVISTO?

– 25% em Ações BR;
– 25% em Ações EUA;
– 25% em FIIs;
– 25% em Caixa.

Principal ensinamento: ao ter 25% em cada uma das classes, apesar de dificilmente você ter a “carteira que mais rendeu”, você consegue balancear a sua carteira. O fato de ela também nunca ser a que caiu mais faz com que ela, no longo prazo, renda mais do que uma carteira focada em x ou y classe de ativos.

Link do vídeo